SIGA:
Busca:

fotos_destque_texto_rafael

ESTRESSE DO CUIDADOR FAMILIAR

Cuidar de uma pessoa idosa que requer atenção diferenciada não é algo fácil. Muitas vezes, percebemos que os familiares passam por situações que não imaginariam alguns anos antes, confrontando de frente com o envelhecimento de uma familiar. Essa situação se torna rotineira para profissionais que convivem com o atendimento de familiares com um familiar idoso em casa, onde muitos relatos mostram as dificuldades existentes no processo e na rotina de cuidados, surgindo como um momento inevitável, exigindo uma rearranjo de toda estrutura de um domicilio e de seus residentes. Envelhecer é algo que ainda mantemos distante de nossa realidade e existem poucos debates para planejar toda a estrutura necessária antes que as situações de conflitos venham à se instalar.

Pensando assim, é comum que cuidadores familiares desenvolvam sintomas e reações ao trabalho excessivo diante dos cuidados direcionados a pessoa idosa, verificando uma relação entre stress e sobrecarga, principalmente no aspecto da saúde. Cuidar exige do cuidador uma dedicação praticamente exclusiva, o que o faz deixar suas próprias atividades, gerando seu isolamento social. Além disso, verifica-se na prática diária, que as familiares que se envolvem no árduo trabalho de cuidar de um familiar próximo, muitas vezes,  não utilizam meios para poder controlar o seu stress, o que pode acarretar prejuízo significativo na sua qualidade de vida.

Abaixo, um pequeno questionário sobre o estresse do cuidador familiar, elaborado pelo Geriatra Marcio Borges, responsável pelo site Cuidador de Idosos.

TESTANDO O ESTRESSE DO CUIDADOR FAMILIAR

1- TENHO POUCO TEMPO PARA MIM?

(  ) SIM    (  ) NÃO

2- TENHO AJUDA DE MEUS FAMILIARES?

(  ) SIM    (  ) NÃO

3- EU CHORO COM FREQUÊNCIA?

(  ) SIM     (  ) NÃO

4- VENHO TENDO PROBLEMAS DE SAÚDE?

(  ) SIM   (  ) NÃO

5- EU SINTO QUE NÃO ESTOU EM BOAS CONDIÇÕES PARA CUIDAR DO IDOSO DEPENDENTE?

(  ) SIM   (  )NÃO

6- EU NÃO PASSEIO, NÃO VIAJO, EVITO PESSOAS, NÃO VISITO FAMI- LIARES E AMIGOS?

(  ) SIM    (  )NÃO

7- SINTO, COM FREQUÊNCIA, FRUSTRAÇÃO, RAIVA E TRISTEZA?

(  ) SIM    (  ) NÃO

8- SINTO-ME CULPADO COM A SITUAÇÃO ATUAL?

(  ) SIM   (  ) NÃO

9- SEMPRE ENTRO EM CONFLITO COM O IDOSO QUE CUIDO?

(  ) SIM   (  ) NÃO

10- TENHO ALIMENTADO MAL? TENHO DORMIDO MAL?

(  ) SIM   (  ) NÃO

Se você respondeu:
• SIM – 3 vezes ou menos: seu nível de estresse ainda está pequeno. Atenção: cuide-se melhor!

•SIM – de 4 a 7 vezes: procure logo auxílio da família e de grupos de auto- ajuda! Não deixe de viver a sua vida!

•SIM – mais de 8 vezes: Você está a um passo da estafa e do esgotamento. Procure um profissional de saúde. Peça ajuda urgente para a família!

Em nossa espaço, temos os profissionais para auxiliar e orientar neste momento. Sendo de grande importância, cuidar do cuidador de forma a validar seu trabalho e sua posição no ciclo familiar.

RAFAEL DIAS DE AQUINO

Psicólogo – CRP 37654/04

 

 

 

Comentários